Introdução O Autor Pergunte ao Professor Verbos Nossa Comunidade Bibliografias Contato
  Procurar no site:
  
  Página inicial
 Índice
  Acentuação gráfica
  Classe de Palavras
  Composição
  Concordância
  Conjunção
  Crase
  Estrutura do Vocábulo
  Figura de Estilo
  Fonética
  Formação da Palavra
  Frase
  Interjeição
  Interpretação
  Noções de Versificação
  Ortografia
  Pontuação
  Redação
  Regência
  Verbo
  Vicios da Linguagem
 Como Estudar Melhor
  Aprenda na sala de aula
  A arte de estudar
  Aprenda e ler melhor
  Faça Tranquilamente suas provas
 Comunidade
  Falando Português
 E-Book Download
  Modulos da Gramática da Lingua Portuguesa
  Comprar livro da gramática
 Pergunte ao Professor
de RENAN NASCIMENTO






Figura de Estilo

É a linguagem usual, quotidiana que tem por finalidade primordial a comunicação.

É a linguagem artística: não procura só a comunicação, mas também a emoção.

A palavra produz, em nós, um estado de conhecimento: ficamos sabendo, recebemos a notícia; ou com estado de emoção: sofremos, rimos ou choramos. A primeira é a palavra comum, usual; a Segunda é a palavra artística, a palavra poética.

Figuras de linguagem são os registros da linguagem afetiva relacionadas gramaticalmente.

Diz-se que a linguagem é afetiva, quando as palavras são usadas com sentido figurado.

A linguagem humana é naturalmente cheia de imagens e símbolos, de referências, de semelhanças...

Não apenas a linguagem erudita emprega essas figuras, mas também a popular. Aquela com figuras mais gramaticais, mais cultas, mais apuradas e segundo os princípios da retórica; esta com figuras mais simples e espontâneas.

A todo momento usamos de metáforas, analogias, metonímias, comparações, alegorias, sinédoques, catacreses...

Quando, porém, a linguagem figurada assume aspectos novos na expressão, mais artifício, para a beleza e realce propositais, emprega modos de dizer que chamam figuras de estilo.

Assim costumam classificar as figuras de linguagem:

a)de palavras ou tropo = volta; na retórica: maneira de se exprimir;

b)de sintaxe e

c) de pensamento. Outros em: figuras pleonásticas, elípticas, de ordem inversa, de comparação e de contraste.

As figuras de estilo devem dar mais força à expressão, mais beleza à frase, mais leveza ou gravidade ao discurso, sem esquecer a clareza do pensamento. Devem tornar a linguagem ordinária mais expressiva.

Alguns se referem à construção da frase, à posição, à ordem das palavras (anacoluto, silepse, anáfora, sínquese...), outras ao sentido delas (metáfora, hipérbole, metonímia...), outras à idéia, ao pensamento (ironia, antítese, apóstrofe, litote...).

Os metaplasmos são também figuras, não, porém, de estilo. Modificam a forma externa, a feição material da palavra, deixando intacto o seu sentido.

Figuras de estilo - São todos os modos de falar e escrever que, fugindo às regras comuns da gramática, dão mais beleza, mais graça, mais força, mais gravidade à expressão.

São muitíssimas as figuras. Donato, gramático latino, reduz a treze as principais. Curioso o cap. XXXVII "De los Tropos" da interessante obra de S. Isidoro de Sevilha, Etimologías - ed. B.A.C. - Madri - 1951. Santo Isidoro é de 570-636.

Todas as figuras se referem ao "modus dicendi" e ao "modus scribendi". Numa palavra, ao estilo. Daí o nome geral de figuras de estilo em lugar de divisões e subdivisões retóricas, indecisas e desnecessárias.




Tópicos relacionados:
Alusão
Anacoluto
Anadiplose
Anáfora
Anástrofe
Antítese
Antonomásia
Apóstrofe
Assíndeto
Catacrese
Diácope
Elipse
Elisão
Epanadiplose
Epanalepse
Epístrofe
Epizeuxe
Eufemismos
Exercícios sobre Figura de Estilo
Gradação
Hendíade
Hipérbato
Hipérbole
Histerologia
Idiomatismo
Interrogação
Ironía
Litotes
Metáfora
Metonímia
Onomatopéia
Paradoxo
Paráfrase
Paralelismo
Parêntese
Paréquesis
Paronomásia
Perífrase
Pleonasmo
Poliptoto
Polissíndeto
Prosopopéia
Quiasmo
Respostas dos Exercícios Sobre Figura de estilo
Reticências
Silepse
Silogismo
Sinédoque
Sinonímia
Tmese
Zeugma




6366028 visitas ao site desde março de 2005.
Desenvolvido por Brasuca Websolution